Muitas empresas que costumam contratar os serviços terceirizados tem sido afetadas por conta da pandemia do COVID-19. Diversos estabelecimentos tem se adaptado para poder efetivamente continuar trabalhando.

Devido ao isolamento recomendado, a solução encontrada foi investir em home office. E então vem a indagação… Pode um terceirizado trabalhar em home office?

A resposta para essa pergunta é sim, contanto que o serviço prestado possa ser efetuado de casa. Vamos pensar no seguinte exemplo:

Você é gerente de uma empresa que possui 50 funcionários. O normal de sua rotina é investir na terceirização de serviços de refeição coletiva, com ajuda da Andorra Serviços. Nós elaboramos a refeição para os 50 funcionários, no próprio local de trabalho.

Agora com a pandemia, seus funcionários foram da agência para o home office, ou seja, todos trabalham de sua própria casa. Imaginando que o horário de almoço pode tomar mais tempo, pois as pessoas agora precisam cuidar de fazer a comida e lavar toda a louça, estamos falando de uma menor produtividade, que pode resultar até mesmo em prejuízo.

Uma solução que pode funcionar para esse caso é o serviço de entrega de quentinhas e marmitas da Andorra Serviços. Nós elaboramos todas as refeições em home office e entregamos para os funcionários em suas próprias casas. Dessa forma, você consegue manter o isolamento recomendado e cuida bem de seus funcionários, para que eles mantenham a produtividade no máximo possível.

De acordo com a lei, o contrato do empregado terceiro precisa ser firmado pela empresa prestadora e regido pela CLT. Apesar disso, o teletrabalho, ou home office como é popularmente conhecido, foi incluído na CLT pela Lei 13.469/2017. Sendo assim, legalmente falando, você pode buscar um trabalho terceirizado em home office e, nesses tempos de pandemia, inclusive você deve.